segunda-feira, 21 de maio de 2007

"Sinto o meu corpo deitado na realidade"



Imagem: "Le petit Prince" de Saint-Éxupery


O Guardador de rebanhos (IX)


Sou um guardador de rebanhos

O rebanho é os meus pensamentos

E os meus pensamentos são todos sensações.

Penso com os olhos e com os ouvidos

E com as mãos e os pés

E com o nariz e a boca.


Pensar uma flor é vê-la e cheirá-la

E comer um fruto é saber-lhe o sentido.


Por isso quando num dia de calor

Me sinto triste de gozá-lo tanto.

E me deito ao comprido na erva,

E fecho os olhos quentes,

Sinto todo o meu corpo deitado na realidade,

Sei a verdade e sou feliz.


Alberto Caeiro

4 comentários:

Meow disse...

Dos poemas favoritos de entre os heterónimos de Pessoa! Quanto à imagem, saudades de ler "Le Petit Prince"!

Thunder disse...

Gostei de teres juntado a imagem do "prince" com este poema de Alberto Caeiro.Faz todo o sentido.

bjs.

Carla M. disse...

Meow e Thunder, precisamente por gostar tanto das duas obras e terem tanto a ver uma com a outra é que resolvi juntar as duas coisas... ainda por cima, ultimamente tenho andado a sentir-me como o poema descreve... não sei porquê!

;)

Beijinhos às duas!

Thunder disse...

Resposta ao teu comentário no meu blog:

«Carla: tens uma solução. Não respondas ao desafio! LOL
Se é a mesma cidade, podes colocar umas fotos só.
Bjocas.»