quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Então?!


Mas será possível que ninguém me responde à questão do post anterior?!

Estou seriamente preocupada. É que amanhã vai ser a minha primeira aula de flauta de bisel e se for para depois me aperceber que vou ficar com tiques nervosos e abandonar as aulas, mais vale saber já e nem ir!

Vá lá! Têm até amanhã para me dizer alguma coisa em relação a este assunto. Caso contrário, depois não se queixem por eu estar sempre a abanar a cabeça e a ter tremeliques!

4 comentários:

*suspiro* disse...

Olá!
Não toco musica antiga, mas conheço algumas pessoas que tocam flauta de bisel e posso dizer-lhe que, de facto, a géstica, se bem que depende obviamente mto de cada pessoa... requer alguns movimentos... mais duvidosos... mas se tocar sentada sempre disfarça um bocado (lol)... Nunca vi ninguém tocar "tanto" como esse senhor, mas pelo que já reparei, para tocar aquilo como ele toca, se tivesse muito quietinho e bonitinho... era capaz de não sair tão bem... já reparou no tamanho da flauta?!

Mas penso que a flexão de pernas não é assim tão necessária... ou será, se o comparar com um exercício mto típico nos coros, que é flectir as pernas nas notas agudas...é k akela flauta que ele está a tocar é uma flauta sopranino... que é a mais aguda das flautas...

Thunder disse...

Eu tenho uma ideia!!!




Tocas flauta dentro de uma caixa apertada para não icares com tiques!!!



NÃO TE QUEIXES DA IDEIA!!!É parva, mas ajuda.LOL

Carla M. disse...

Olá!!! Obrigada pelas respostas! Amanhã vou mesmo começar as minhas aulas de flauta de bisel. Eu estava a brincar em relação ao facto de não querer ficar com aqueles tiques. Quer dizer, não quero ficar, mas se tiver que ficar para tocar assim como o Antonini, paciência.

Beijinho a todos e obrigada por ainda virem aqui ler as "baboseiras" que escrevo!

starxandra disse...

Ainda me lembro quando era obrigada a tocar isso. Só me recordo de saber tocar a música da série Galática...hehe.

Kiss!